Prevalência de deficiência visual de perto e fatores associados: um estudo de base populacional

Wladimir Ribeiro Duarte, Aluísio J. D. Barros, Juvenal Soares Dias-da-Costa, Jacobo Melamed Cattan
2003 Cadernos de Saúde Pública  
Este artigo teve como objetivo estimar a prevalência de presbiopia em adultos com trinta anos ou mais e explorar características associadas, como variáveis demográficas, sócio-econômicas e individuais. Realizou-se um estudo transversal de base populacional com 3.007 adultos acima de trinta anos em Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. Avaliou-se a acuidade visual para perto com a tabela de Jaeger e as outras variáveis foram investigadas através de questionários padronizados e pré-codificados.
more » ... ré-codificados. Encontrou-se uma prevalência de 54,7% de presbiopia na amostra estudada. Quando a acuidade visual foi medida utilizando meios de correção visual, a prevalência encontrada foi de 29,3%. As variáveis idade e sexo feminino se mostraram associadas com o desfecho, controlando-se para fatores de confusão. Cerca de 42,4% da amostra referiram não necessitar da visão de perto nas suas tarefas habituais. Concluiu-se que a presbiopia tem elevada prevalência na população adulta e se relaciona diretamente com o aumento da idade (especialmente após os 45 anos) manifestando-se mais precocemente nas mulheres. Em 30% dos usuários de correção visual a mesma não é adequada para visão de perto.
doi:10.1590/s0102-311x2003000200022 pmid:12764471 fatcat:ejxkc7576rgptp2745lnbjxgae