Avaliação da amplitude articular do joelho: correlação entre as medidas realizadas com o goniômetro universal e no dinamômetro isocinético

LH Batista, PR Camargo, GV Aiello, J Oishi, TF Salvini
2006 Brazilian Journal of Physical Therapy  
RESUMO Contextualização: O instrumento mais utilizado pelos terapeutas para mensuração da amplitude de movimento (ADM) articular é o goniômetro universal. No entanto, há carência de estudos que analisem a confiabilidade das medidas da ADM do joelho realizadas no dinamômetro isocinético. Objetivo: O objetivo deste estudo foi analisar a correlação entre as medidas de ADM na articulação do joelho, realizadas com o goniômetro universal e no dinamômetro isocinético. Método: Foram avaliados 38
more » ... avaliados 38 voluntários saudáveis (27 mulheres, 11 homens), com idade de 36 ± 11 anos, com limitação mínima de 20° na ADM de extensão do joelho. No membro dominante de cada sujeito foram realizadas três mensurações da ADM do joelho com o goniômetro e três mensurações no dinamômetro. Resultados: Os resultados deste estudo mostraram que há alto grau de correlação entre as medidas da ADM do joelho obtidas com o goniômetro universal e no dinamômetro isocinético (Coeficiente de Correlação de Pearson = 0,90). Conclusão: Com os procedimentos realizados, tanto o goniômetro universal como o dinamômetro isocinético podem ser utilizados para avaliação da ADM do joelho, pois ambos apresentam mensurações confiáveis. Palavras-chave: goniômetro, dinamômetro isocinético, joelho, amplitude de movimento. ABSTRACT Knee Joint Range-of-Motion Evaluation: Correlation Between Measurements Achieved Using a Universal Goniometer and an Isokinetic Dynamometer Background: The instrument most often used by therapists for measuring joint range of motion (ROM) is the universal goniometer. However, there is a lack of studies analyzing the reliability of knee joint ROM measured by the isokinetic dynamometer. Objective: The purpose of this study was to analyze the correlation between the knee joint ROM measurements made using a universal goniometer and an isokinetic dynamometer. Method: 38 healthy volunteers (27 women, 11 men) aged 36 ± 11 years were evaluated. All of them had a minimum knee extension ROM limitation of 20°. Three knee ROM measurements were made using the universal goniometer and another three using the isokinetic dynamometer, on each subject's dominant limb. Results: The results showed a high degree of correlation between the knee ROM measurements made using the two instruments (Pearson correlation coefficient = 0.90). Conclusion: From the procedures performed, both the universal goniometer and the isokinetic dynamometer can be used to evaluate knee ROM, since they both present reliable measurements.
doi:10.1590/s1413-35552006000200009 fatcat:iohesiqa3fbwhcammycpk5uobi