Filosofia transcendental e metafísica da vontade: a crítica de Schopenhauer ao conceito kantiano de metafísica

Flamarion Caldeira Ramos
2018 Revista de Filosofia Aurora  
A metafísica da vontade de Schopenhauer estrutura-se a partir de uma recepção crítica da filosofia transcendental kantiana. Para desenvolver sua própria concepção de metafísica, o filósofo parte da crítica de Kant à metafísica dogmática, por um lado, e por outro, afirma seu afastamento em relação à concepção kantiana de metafísica. No presente texto procuraremos apresentar o projeto de fundação de uma metafísica imanente por Schopenhauer, no qual o autor afirma tanto a sua dívida em relação a
more » ... vida em relação a Kant quanto sua distância em relação ao projeto sistemático do idealismo alemão.
doi:10.7213/1980-5934.30.049.ds05 fatcat:hms5cv4op5h5pagadbfgb33fra