A educação ambiental como instrumento de conscientização e sensibilização no uso adequado dos agrotóxicos

Ivoneide De Almeida Querino, Washington Antonio Pereira de França, David Holanda De Oliveira, Thais Aparecida Vitoriano Dantas
2017 Revista Ibero-Americana de Ciências Ambientais  
O uso consciente dos agrotóxicos é de extrema importância para melhor rendimento da produção agrícola e preservação dos recursos renováveis, do meio ambiente e saúde humana. É importante que a sociedade, e principalmente os produtores, tomem os devidos cuidados durante a utilização dos agrotóxicos, para que não haja contaminação dos alimentos, do ambiente, dos agricultores e consumidores. Conhecer a percepção do risco, por parte da população exposta é importante para desenvolver propostas de
more » ... ver propostas de intervenção sobre o problema junto à comunidade, através de ações de conscientização sobre os riscos associados ao uso indiscriminado destes produtos, ou seja, ao uso incorreto e durante longo prazo. O trabalho teve como objetivo, identificar e analisar o nível de conhecimento da comunidade rural do distrito Santa Maria, na cidade de Areia - PB, a respeito do uso indiscriminado dos agrotóxicos e realizar intervenções, através da Educação Ambiental, que permitissem o uso correto dessas substâncias pela comunidade. O trabalho foi realizado em duas etapas, com agricultores do Distrito Santa Maria. A primeira etapa ocorreu com aplicação de questionários semiestruturados e posteriormente, com base nas respostas dos questionários, foram realizadas intervenções através de oficinas e debates junto à comunidade. A maioria dos entrevistados (96%) é analfabeta ou possui apenas o ensino fundamental incompleto, acentuando a dificuldade na leitura e compreensão das instruções das embalagens. Os agrotóxicos utilizados pelos agricultores são do tipo herbicida, principalmente glifosato. Estes produtos são adquiridos em vendas não autorizadas, sem a apresentação do receituário agronômico. O descarte das embalagens é feito de maneira incorreta, sem a devolução as centrais de recolhimento. 37,7% dos entrevistados afirmaram não utilizar os equipamentos de proteção individual. Os que utilizam (62,3%) afirmaram não fazer de forma correta. Apenas 19% disseram ler os rótulos das embalagens, porém, nem todos compreendem o que é lido, devido seu teor técnico. As intervenções realizadas com os agricultores colaboraram para o repasse de informações, além de compartilhar experiências e exemplos que pudessem ser utilizadas como ferramenta de sensibilização sobre uso adequado dos agrotóxicos. A Educação ambiental foi um mecanismo importante na realização deste trabalho, trazendo luz as questões não apenas ambientais como também políticas e sociais.
doi:10.6008/spc2179-6858.2017.002.0022 fatcat:gj4lyqrzerex7mdfx37d4g2ebi