Diferenciais intraurbanos na distribuição de dengue em Cuiabá, 2007 e 2008

Ludmila Sophia Souza, Rita de Cássia Barradas Barata
2012 Revista Brasileira de Epidemiologia  
INTRODUÇÃO: Cuiabá apresenta inúmeros casos de dengue tanto nos períodos endêmicos quanto nas epidemias cíclicas. O objetivo do estudo foi analisar os diferenciais intra-urbanos da incidência em 2007 e 2008 relacionando-os com as condições socioeconômicas e socioambientais. MÉTODO: estudo de abordagem ecológica usando dados secundários. A caracterização das condições de vida foi feita com dados do Censo Demográfico (IBGE, 2000) e os dados epidemiológicos foram obtidos no Sistema Nacional de
more » ... ema Nacional de Agravos de Notificação (SINAN). O índice socioeconômico mediu escolaridade, renda dos responsáveis pelos domicílios permanentes e aglomeração domiciliar; o índice socioambiental usou informações relativas ao saneamento básico e à proporção de domicílios precários. Os índices foram elaborados a partir da classificação das variáveis em quintis e atribuição de pontos para cada quintil. A pontuação por bairro foi resultante da soma dos pontos para cada variável. Os bairros foram classificados em estratos de risco a partir da combinação de resultados dos dois índices. RESULTADOS: A incidência foi menor nos estratos de risco médio e baixo, e alta no estrato de risco muito alto; entretanto, foi maior do que a esperada no estrato de risco mínimo, indicando dissociação entre condições de vida e ocorrência da doença. CONCLUSÃO: Maiores incidências da dengue em Cuiabá nos anos de 2007 e 2008 foram observadas em locais com precárias condições de saneamento ambiental e habitados por populações com menor nível de renda e escolaridade, embora não exista correlação linear entre condições de vida e incidência.
doi:10.1590/s1415-790x2012000400008 pmid:23515772 fatcat:da5tfmgey5bsbnjmkxxmg2pyci