Do "viver" e do "morrer" nos estudos literários: Gayatri Spivak e a morte da literatura comparada como Aufhebung

Nabil Araújo
2015 Remate de Males  
Revisitando, dez anos depois de seu polêmico lançamento nos EUA, o influente Death of a discipline (2003) de Gayatri Chakravorty Spivak, este texto, ao revelar de que forma a referida morte disciplinar se estabelece, na verdade, como uma Aufhebung (Hegel) disciplinar, busca contribuir para uma anatomia da "morte" nos Estudos Literários.
doi:10.20396/remate.v35i1.8641507 fatcat:x6e4r7bkbvbxpedvjqdxxrqgyy