Adesão ao tratamento com antineoplásicos orais em pacientes com câncer de mama

Alinne Ribeiro Teixeira, Bianca Moreira Ruiz, Nathalia Ramalho Cardoso, Verônica De Franco Rennó
2020 Revista Brasileira de Ciências Biomédicas  
Objetivos: avaliar fatores associados à adesão ao tratamento com fármacos de ação antineoplásica por via oral em pacientes com câncer de mama. Métodos: foi realizado levantamento bibliográfico do período de 2002 a 2018 nas bases de dados Scielo, Pubmed e Lilacs. Foram selecionados 50, após leitura dos resumos, foram selecionados 30 estudos para leitura completa. Com isso, foram excluídos os que se referem ao acompanhamento farmacoterapêutico de outras doenças não compatíveis com o tema. Dos
more » ... com o tema. Dos estudos avaliados, 22 abordavam o tema do estudo e foram utilizados como referência. Conclusão: a adesão ao tratamento com antineoplásicos orais para o tratamento de câncer de mama ainda é um desafio para saúde pública e, em especial para os farmacêuticos que atuam na dispensação dos referidos medicamentos. Com o estudo, foi possível observar que existem múltiplas variáveis que interferem na adesão ao tratamento, sendo que muitos dos fatores envolvidos, estão ligados à elementos intrínsecos da paciente. Entretanto, quando se analisam os fatores extrínsecos, percebe-se que a atuação do farmacêutico no momento da dispensação possui grande influência no sucesso do tratamento, uma vez que é notável que a correta e adequada orientação quanto ao tratamento proposto é um fator fundamental para aumentar a adesão ao tratamento por mulheres com câncer de mama. Com isso, pode-se inferir que se faz necessária a educação continuada de profissionais da saúde que atuam nesta etapa tão importante do tratamento das pacientes.
doi:10.46675/rbcbm.v1i2.24 fatcat:wsuffuaoznbczidarmixad5gs4