O caráter organizacional e cultural da gestão escolar: breves anotações

Wilson Silva Santos
2009 Acta Scientiarum Human and Social Sciences  
RESUMO. O objetivo deste artigo é analisar a gestão escolar como uma organização cultural que está impregnada de valores, rituais, práticas e relações de poder. Este estudo está pautado numa perspectiva sociológica que valoriza os contextos específicos de ação educativa e busca perceber a gestão escolar a partir dos sujeitos que a formam. As ações desses sujeitos estão emaranhadas de contradições perceptíveis em orientações que se adaptam a normas e a burocracias já "cimentadas", mas, por outro
more » ... as", mas, por outro lado, em comportamentos que vão de encontro a essa reprodução normativa, criando práticas, valores, outras normas e tomada de decisões, o que torna a escola um espaço organizacional de resistência, estratégico, plural e aberto. O trabalho está fundamentado em teóricos que oferecem proposições de análise direta ou indiretamente relacionada com a gestão e a cultura da escola, tais como: Nóvoa, Candido, Werle, Foucault e Castoriadis. Esse diálogo entre vários teóricos pode contribuir na feitura da análise sobre gestão escolar. Palavras-chave: gestão escolar, política, organização cultural, poder. ABSTRACT. The cultural and organizational character of school administration: brief notes. The aim of this article is to analyze the school administration as a cultural organization that is imbue with values, rituals, practices and power relationships. This study is based on a sociological view that focuses on the specific contexts of educational action and searches to realize the school management through the subjects which are part of this process. The actions of these subjects are full of contradictions; these contradictions can be noticed in orientations that are adjusted to "fossilized" rules and bureaucracies. On the other hand, these contradictions can be seen in behaviors that are opposed to these standard rules that create practices, values, other rules and decision-making that turn the school into an organizational place of resistance, strategic, plural and open. The work is based on theoreticians that analyze directly or indirectly the school management and culture, such as: Nóvoa, Candido, Werle, Foucault and Castoriadis. This dialogue among several theoreticians can contribute to an analysis of the school management.
doi:10.4025/actascihumansoc.v31i2.5065 fatcat:vrvotl3crrgatd3kq37xtogvsm