A mortalidade de idosos no Brasil: a questão das causas mal definidas

Maria Helena P. de Mello Jorge, Ruy Laurenti, Maria Fernanda Lima-Costa, Sabina Léa Davidson Gotlieb, Alexandre Dias Porto Chiavegatto Filho
2008 Epidemiologia e Serviços de Saúde  
Resumo O envelhecimento populacional é um fato marcante da transição demográfica. O estudo das causas básicas em idosos permite visualizar seu perfil epidemiológico, embora possa ser prejudicado pela alta proporção de causas mal definidas. O objetivo deste trabalho é descrever a mortalidade dos idosos por essas causas no Brasil. A fonte dos dados foi o Sistema de Informações sobre Mortalidade do Ministério da Saúde. Entre as variáveis, a principal modalidade foi a causa básica mal definida
more » ... a mal definida [Capítulo XVIII da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde -Décima Revisão (CID-10)]. O decréscimo desses óbitos em idosos foi de 35% entre 1996 e 2005. Considerando os óbitos de 60 a 69 anos e os de 80 e mais anos, as proporções de mal definidos aumentaram em 9,9% e 14,8%, respectivamente, no ano de 2005. Métodos visando a sua diminuição são sugeridos, salientando-se que o fato mais importante é o de os médicos preencherem adequadamente as declarações de óbito -com as reais causas básicas, conseqüenciais e terminais -, objetivo maior dos estudiosos. Palavras-chave: envelhecimento; causas de morte; declaração de óbito; epidemiologia. Summary The study of mortality of elderly persons according to underlying causes permits the understanding of their epidemiological profile; but there is a large proportion of ill-defined causes. The objective of this work is to describe the Brazilian elderly mortality according to ill-defined underlying causes. Data source was a 35% decrease in the occurrence of them observing the elderly deaths, from 1996 to 2005. An increase on the ratios (ill-defined/all deaths) was detected in 2005 from the deaths of 60 to 69 years to the deaths of 80 and more years: 9.9% and 14.8%, respectively. Methodologies to diminish these proportions are suggested; however, the most relevant factor is an adequate report by the physicians of the actual causes of death -underlying, associated and complications -in the death certificates.
doi:10.5123/s1679-49742008000400004 fatcat:trr7tlu25vbl7kbdaihapy3tf4