Dreno de sucção fechado em mastectomias unilaterais totais em cadelas

Carina Freccia, Ademar L. Dallabrida, Ádson Costa, Bruna D.C. Regalin, Felipe Comassetto, Helena M. Cardoso, Marzia Antonelli, Nilson Oleskovicz
2018 Pesquisa Veterinária Brasileira  
RESUMO: O objetivo deste estudo foi avaliar a utilização de dreno de sucção fechado em feridas cirúrgicas de mastectomias unilaterais totais em cadelas. Foram utilizadas 18 cadelas com peso médio de 14,87±9,29kg, idade média 9,34±2,68 anos, provenientes da rotina hospitalar, as quais foram selecionadas por meio de avaliação clínica e oncológica. Os animais foram alocados em dois grupos: Convencional (GC, n=9) que foram submetidas à cirurgia de mastectomia unilateral total, sem colocação de
more » ... m colocação de dreno e grupo Dreno (GD, n=9) que foram submetidas à mastectomia unilateral total com colocação do dreno de sucção fechado (Biovácuo?), sendo o diâmetro do dreno determinado conforme peso do animal. Foram realizadas cinco avaliações durante o período pós-operatório: avaliação clínica diária dos animais através da frequência cardíaca (FC), frequência respiratória (f), temperatura retal (TR), coloração de mucosas, tempo de preenchimento capilar (TPC), grau de desidratação, hemograma, perfil bioquímico (ureia, creatinina, colesterol, triglicérides e glicose); avaliação qualitativa do dreno; avaliação qualitativa da ferida cirúrgica, sendo esta também realizada em 14 e 30 dias quanto à presença ou não de exsudato, edema, integridade da pele, deiscência, necrose e fibrose cicatricial; avaliação quantitativa do fluido drenado e avaliação qualitativa do fluido drenado, quanto à celularidade, tipo e morfologia celular. Houve aumento dos valores médios de densidade, neutrófilos, linfócitos, e aumento do valor de mediana de fibrinogênio do fluido drenado em 72 horas em relação às 24 horas no grupo GD. Ocorreu aumento do exsudato em 24, 48 e 72 horas no GD quando comparado ao GC. Houve aumento do volume de fluido drenado em 60 e 72 horas em relação às 12 horas no grupo GD. Houve redução do valor médio de eritrócitos em 72 horas em relação ao basal no grupo GD. Observou-se aumento nos valores médios de hemoglobina e hematócrito em 24 horas no grupo GC quando comparado ao GD. Houve aumento no valor médio de neutrófilos segmentados no basal no GD quando comparado ao GC. Conclui-se que a técnica de colocação de dreno de sucção fechado apresenta maior teor de exsudato. Recomenda-se que o vácuo do dreno seja refeito de 12 em 12 horas, sendo inicialmentrealizado 6 horas após o término da cirurgia. O dreno de sucção fechado não gera desconforto adicional ao paciente; recomenda-se que o mesmo seja removido 72 horas após o término da cirurgia, quando a produção de fluido diminui, porém mesmo assim alguns indivíduos podem apresentar formação de seroma no pós-operatório tardio.
doi:10.1590/1678-5150-pvb-4751 fatcat:mqqooxmpvnbifjjy4enhvcw5lm