O que acontece atrás das grades: estratégias de prevenção desenvolvidas nas delegacias civis contra HIV/AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis

Cássia Barbosa Reis, Erica Bento Bernardes
2011 Ciência & Saúde Coletiva  
A Política de Saúde Preventiva brasileira tem realizado importantes estratégias de combate a disseminação do HIV/AIDS. Porém, existem indivíduos que, teoricamente, não fazem parte da sociedade e são receptores e transmissores de doenças: os encarcerados. Esta população interage com a comunidade por meio dos familiares, visitantes, servidores prisionais e das diversas reincidências. Esta pesquisa teve como objetivo conhecer as estratégias desenvolvidas para prevenir a infecção e a disseminação
more » ... e a disseminação das DST/AIDS nas Delegacias Civis. De desenho qualitativo, foi realizada com internos das cadeias públicas de quatro municípios da regional de Naviraí/MS, sendo a análise realizada através da técnica do discurso do sujeito coletivo. Resultados mostram que apesar de reconhecerem a importância da prevenção, o preservativo masculino é utilizado apenas na primeira relação, sendo que quando se trata de relacionamento com parceiro (a) fixo (a) este não é usado. É notória a falta de orientação em relação à prevenção das DST/AIDS e a precária assistência à saúde dos presos, relacionado principalmente ao preconceito e à discriminação da sociedade. Ficou evidenciada a necessidade de que a política de atenção à saúde dos prisioneiros precisa ser implantada também nas cadeias públicas.
doi:10.1590/s1413-81232011000800032 pmid:21808920 fatcat:7sqmvho2wnh77eyabyescmcayi