O papel da robótica no desenvolvimento do raciocínio matemático em educação pré-escolar

Ana Júlia Cavaco, João Rosa
2017 Revista de Estudios e Investigación en Psicología y Educación  
Resumo O objetivo do estudo é verificar o impacto de uma intervenção específica em robótica, no desenvolvimento do raciocínio matemático, por crianças pré-escolares. No presente estudo, estiveram envolvidas dezoito crianças de um jardim de infância público, na área de Lisboa, Portugal, com idades compreendidas entre os quatro e os seis anos, alocadas em dois grupos, de intervenção e de controlo. A análise estatística dos resultados evidenciou que as crianças dos dois grupos eram equivalentes em
more » ... ram equivalentes em todas as variáveis, no pré-teste. Essa equivalência manteve-se no pós-teste, à exceção da variável raciocínio matemático, em que as crianças do grupo de intervenção obtiveram resultados significativamente superiores aos do grupo de controlo. Propõe-se que, devido às frequentes operações numéricas envolvidas na montagem e programação de robôts, isso tenha um impacto significativo no desenvolvimento dessas competências. Palavras chave: Robótica em educação pré-escolar, Raciocínio matemático, Robótica Educativa. Abstract This study aims to assess the impact of a specific intervention based on the use of robotics on the development of mathematical reasoning by preschool children. The participants were 18, four-to six-year-old children, attending a state run kindergarten, in the Lisbon area, in Portugal. They were allocated to intervention and control conditions. Statistical analyses showed that both groups were equivalent in all dependent variables, at pre-test. Similarly, post-test measures did not differ, except for mathematical reasoning, where children in the intervention group outperformed, significantly, control children. This study suggests that the activities of assembling and programming robots demand the frequent use of numerical operations and, eventually, those have a specific impact on children's mathematical reasoning.
doi:10.17979/reipe.2017.0.13.2643 fatcat:vs4dnlbivrefzonpjz3h5qs3wq