Corporalidade em confronto: brasileiras na indústria do sexo na Espanha

Adriana Piscitelli
2007 Revista Brasileira de Ciências Sociais  
Apresentação Na Vila Olímpica, frente à marina, há uma sucessão de bares, restaurantes, discos... Há dois bares, me disseram, freqüentados por garotas brasileiras que fazem programas. Um deles está lotado. Na entrada, há um coqueiro feito de luzes verdes e amarelas. É amplo, tem uma pista de dança e plataformas elevadas. O público é diversificado. O ambiente é pesado e um pouco assustador. Uma jovem de pele cor de chocolate, curvas acentuadas, cabelo enorme, sapatos brancos com saltos muito
more » ... om saltos muito altos, mini-saia de jeans bem justa e top, dança em uma das plataformas. Ela rebola as cadeiras com movimentos altamente erotizados. Minha acompanhante acha que ela é brasileira. Mas, quando desce, a menina explica que é espanhola, filha de uma cubana. Em outra plataforma, uma garota
doi:10.1590/s0102-69092007000200002 fatcat:eth5qj5s7ngrzoplnbfm43fv6e