EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E FORMAÇÃO DOCENTE: ESTUDO DE CASO EM UM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM DOS PROCESSOS DE INTERATIVIDADE NA DISCIPLINA METODOLOGIA DO ENSINO DE CIÊNCIAS NO CURSO DE PEDAGOGIA

Carlos Adriano Martins, Carlos Fernando De Araújo Jr
2018 Revista de Ensino de Ciências e Matemática  
A educação a distância passa por um processo de crescimento em número de matrículas, no Brasil, possibilitando um aumento no número de atividades direcionadas para uma formação qualificada de professores da educação básica, por meio de ferramentas interativas e do trabalho mediador do tutor. O estado da arte contou com autores e pesquisadores na área da EaD e outros que pesquisam a formação de professores. O percurso metodológico, de caráter qualitativo, fundamentou-se, sobretudo, nos
more » ... tudo, nos indicadores propostos por Kearsley (2011) de compartilhamento, interatividade, feedback, moderação e facilitação, para as análises discursivas e de interação nos quatro fóruns de discussão observados. Para o estudo de caso foi selecionado o ambiente virtual de aprendizagem de uma IES privada da região da grande São Paulo, contando com a participação ativa de 29 alunos, do curso de Licenciatura em Pedagogia, dentro da disciplina Fundamentos Metodológicos do Ensino de Ciências. Ao final das análises comprovou-se que o trabalho de mediação entre tutor e alunos foi significativo no processo de formação desses professores. A utilização de fóruns de discussões temáticas ganham cada vez mais espaço e amplitude enquanto recurso mediacional de aprendizagem, sendo uma ferramenta de grande importância e funcionalidade, promovendo, por meio da moderação do tutor, interatividade e produções coletivas de novos conhecimentos. Ao longo da pesquisa foi observado que os alunos desenvolveram maturidade educacional, o que lhes propicia ampliação de conhecimento e instrumentalização para novas interações, dentro de outros ambientes virtuais de aprendizagem, favorecendo suas práticas enquanto professores atuantes na educação básica.Palavras-chave: Educação a distância, Formação docente, Interatividade.
doi:10.26843/rencima.v9i6.2078 fatcat:aedrtwa5szfc3p5vjpc745mr4i