Estética e ideologia no cinema de Fritz Lang: as imagens de um poeta moderno entre a arte expressionista e a propaganda nazista

Adriana Schryver Kurtz
2008 Revista Contracampo  
O texto acompanha a trajetória cinematográfica de Fritz Lang durante os anos pré-hitler; discutindo a ambiguidade ideológica de uma obra clássico como Metropolis. As relações entre a estética de Lang e a incipiente propaganda nazista são investigadas, no Contexto da crise da modernidade que propiciou o regime facista.
doi:10.22409/contracampo.v0i05.458 fatcat:6ucam5uoczca7benskbz3os3xu