Percepção de caieiros quanto às conseqüências do trabalho no processo saúde-doença

Cheila Portela Silva, Angelo Brito Rodrigues, Maria Socorro de Araújo Dias
2007 Revista de Saúde Pública  
O objetivo do estudo foi analisar a percepção de trabalhadores das fábricas de cal quanto às conseqüências do trabalho ao processo saúde-doença. Foram coletados dados de dez trabalhadores, por meio de observação não estruturada e entrevistas semi-estruturadas em fábricas de cal do Ceará, em dezembro de 2005. A seriedade das conseqüências à saúde percebida pelos trabalhadores não foi suficiente para os impulsionar a desenvolverem ações de promoção de saúde.
doi:10.1590/s0034-89102007000500021 pmid:17923907 fatcat:mrh7kpbe7navvpguyorxpebvua