Ser dividido: concepções modernas na poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen

Samla Borges Canilha
2019 Revista do Centro de Estudos Portugueses  
Resumo: Entre os grandes poetas que os portugueses legaram ao mundo, está Sophia de Mello Breyner Andresen. Com uma obra notável, tanto pela extensão quanto pela qualidade, a poeta destaca-se como um objeto ainda a se tratar na academia, de forma que o tempo apenas serve à sua consagração. É buscando reforçar o refinamento característico de sua obra que, neste artigo, demonstro como, a partir da leitura de Coral, a poesia de Andresen pode ser pensada a partir da concepção de lírica moderna
more » ... lírica moderna proposta por Hugo Friedrich. Para tanto, a leitura do texto literário foi realizada considerando-se a discussão sobre os conceitos de lírica e de lírica moderna, em específico, atentado-se a textos além do de Friedrich. Disso, pude observar como a poesia de Andresen serve de expressão da divisão provocada no homem pelo mundo moderno. Essa divisão, porém, pode ser salva pela transfiguração, através da linguagem, da realidade em poesia. Palavras-chave: Sophia de Mello Breyner Andresen; lírica moderna; modernidade.Abstract: Among the great poets that the Portuguese introduced to the world is Sophia de Mello Breyner Andersen. With a notable work, in both extension and quality, the poet stand out as an object yet to be treated by the academia, as the time seems to increase the validation of her work. It's in the path of the characteristic refinement of her work that this article seeks to demonstrate, from the reading of Coral, that Andersen's poetry can be studied in the light of Hugo Friedrich concepts of modern lyric. For this task, the reading of the literary text was done taking into consideration the discussion of lyric, in general, and modern lyric, in particular, paying close attention to the works beyond Friedrich. This reading lead to the conclusion that Andersen's poetry works as a mean of expression of the division that the modern world induces in the human being. This division, however, can be saved by transfiguration, through language, of the reality into poetry.Keywords: Sophia de Mello Breyner Andresen; modern lyric; modernity.
doi:10.17851/2359-0076.38.60.81-96 fatcat:h5jeq2ka6fhxracqotfahyvtvm