Intertextualidade e metapoesia no Satyricon, de Petrônio

Simone Sales Marasco Franco
2019 Rónai – Revista de Estudos Clássicos e Tradutórios  
A intertextualidade é largamente utilizada por Petrônio como um recurso a mais para a construção de uma sociedade decadente, uma vez que a configuração e a caracterização de cada personagem são feitas de modo a confundir o leitor e levá-lo à reflexão. Com base nesses preceitos, alicerçados pelas contribuições acerca da intertextualidade de Bakhtin (1981) faremos uma leitura da obra de Petrônio à luz da intertextualidade para verificarmos seu processo de construção metapoética e suas
more » ... e suas contribuições para a crítica literária.
doi:10.34019/2318-3446.2019.v7.23288 fatcat:b35kmeu4n5conpdsph6dbj4dty