Paniculite nodular idiopática estéril em cão – relato de caso

Ângelo Sena Silva, Cássia Regina Oliveira Santos, Daniela Da Silva Pereira Campinho, Alexandre Redson Soares da Silva, Ana Amélia Domingues Gomes
2019 Medicina Veterinária (UFRPE)  
A paniculite pode ser definida como um processo inflamatório no tecido adiposo subcutâneo e possui uma ampla variedade etiológica, a qual pode ser primária, ou secundária à traumas, deficiências nutricionais, neoplasias, pancreatite, vasculopatias, farmacodermia, corpo estranho, picada de insetos, agentes bacterianos e/ou fúngicos. As raças Dachshund e Poodle são descritas como predispostas à esta afecção. Foi atendido no Hospital Escola da Universidade Federal do Vale do São Francisco
more » ... Francisco (UNIVASF), Petrolina, Pernambuco, um canino macho, de cinco anos de idade, da raça Rottweiller pesando 56kg. Seu tutor referiu o surgimento de dois nódulos em regiões dorso-escapular e abdominal lateral esquerda, com evolução de aproximadamente 60 dias. Ambos os nódulos possuíam consistência firme, não aderidos, com bordas ulceradas e elevada, medindo 3cm e 0,5cm respectivamente. Foi realizada coleta de material para cultivo fúngico e bacteriano, punção aspirativa por agulha fina (PAAF) e imprint para exame citológico, o qual foi sugestivo de paniculite. Foi realizada a exérese dos nódulos como único tratamento. Os nódulos foram enviados para análise histopatológica, tendo como conclusão, paniculite nodular estéril. Nove meses após a intervenção cirúrgica, o animal apresentava-se hígido e sem recidivas.
doi:10.26605/medvet-v13n1-2603 fatcat:x7lwcv7i4jffbmfyahdyhbp3q4