AS PRÁTICAS DAS ORGANIZAÇÕES COLETIVAS DO CAMPO EM ESPERA FELIZ/MINAS GERAIS

Edna Lopes Miranda, Ana Louise De Carvalho Fiúza
2019 Raízes  
Este artigo tem como objetivo analisar as práticas participativas adquiridas com o envolvimento dos agricultores familiares em organizações coletivas do campo, tais como movimentos sociais ou sindicais. Todavia, o enfoque não se dá em termos das demandas coletivamente construídas e reivindicadas junto ao Estado, mas, antes, em termos daquelas práticas que se instituem na esfera da vida cotidiana. Como percurso metodológico, foram aplicados questionários semiestruturados com 72 agricultores
more » ... 2 agricultores familiares participantes das organizações coletivas do campo em de Espera Feliz/MG, bem como observação participante com anotações em diário de campo nas reuniões e assembleias. Os resultados mostraram que, a participação nos ambientes de socialização das organizações coletivas do campo proporcionou aos agricultores, maiores níveis de capital político e favoreceu o desenvolvimento de suas competências para o desenvolvimento de práticas coletivas voltadas para o trabalho e a vida cotidiana, e não apenas para a sua atuação reivindicatória junto ao Estado.
doi:10.37370/raizes.2018.v38.13 fatcat:5hldr4cwanc6bbuadjladro6yi