Um Corpo que Arde: Corporeidade e Produção de Subjetividade em Clarice Lispector

Giovanna Bucioli Pojar, Fabio Scorsolini-Comin
2020 Revista Subjetividades  
Este estudo tem como tema a corporeidade, entendendo a experiência do ser no mundo e sua subjetivação a partir do corpo. Procura investigar como a corporeidade aparece na obra de Clarice Lispector a partir da análise de dois de seus contos: Amor, do livro Laços de família, e Melhor do que arder, de A via crucis do corpo. A análise foi empreendida a partir da literatura sobre corporeidade, notadamente os estudos de Merleau-Ponty e de Foucault. Os contos levantam a questão do sujeito corpóreo,
more » ... ujeito corpóreo, não cartesiano, valorizando o importante papel da corporeidade nos processos de subjetivação, que não se manifestam a partir de uma "consciência interior", mas no próprio corpo, proporcionando uma reflexão acerca das práticas e da ideia de sujeito adotadas pela Psicologia.
doi:10.5020/23590777.rs.v20i1.e7365 fatcat:p6odv4chjfeivjrzx7ey6jr2vm