ANÁLISE DA GESTÃO HÍDRICA em São Paulo À LUZ DO REFERENCIAL DE JOAN SUBIRATS

Guilherme Barbosa Checco
2018 Revista de Políticas Públicas  
Este artigo pretende rever os acontecimentos relacionados à crise hídrica em São Paulo durante os anos de 2014 e 2015 a partir do aporte teórico de Joan Subirats. Para tanto, analisa discursos de atores atrelados ao governo estadual com importante papel na gestão da água. O objetivo é de, ao analisar os discursos do Governador do Estado, do Secretário de Saneamento e Recursos Hídricos e do Presidente da Sabesp, a partir do aporte teórico de Joan Subirats, verificar se é possível afirmar que a
more » ... vel afirmar que a gestão dos recursos hídricos em São Paulo se tornou um problema de política pública. Reconhecendo que o governo estadual não é o único ente e ator responsável pela governança dos recursos hídricos em São Paulo, a proposta é desenvolver uma possível narrativa que explique como a situação está sendo gerida por um importante ator do SistemaNacional de Gerenciamento dos Recursos Hídricos.Palavras-chave: Crise hídrica, Governo Estadual de São Paulo, políticas públicas, Joan Subirats
doi:10.18764/2178-2865.v21n2p939-958 fatcat:4r7weui73vasniloebbo4txitm