Cidades, território e memória na América Latina

Amália Ines Geraiges Lemos
2018 PatryTer  
Procuramos analisar os territórios das nossas metrópoles a partir dos conceitos do processo civilizatório de Norbert Elias, que destaca a diferença entre civilização e cultura. Ressaltamos que a chegada e ocupação dos espanhóis, portugueses, franceses, holandeses, irlandeses e outros para a América, especialmente para a América Latina, semeou novas formas de ocupação e de colonização que é o resultado de um processo civilizatório. Para a sociedade ocidental, o que não correspondia às suas
more » ... ondia às suas vivências e suas experiências, eram rotuladas como não civilizadas ou "mais primitivas". Também tomamos os conceitos de território de Milton Santos como um paradigma para o qual com ambos os conceitos formulamos a análise de diferentes processos históricos dos territórios que se produziram nas metrópoles latino-americanas, demonstrando que não existe o rótulo ideológico denominado "fim dos territórios".
doi:10.26512/patryter.v1i2.9281 fatcat:vsesqpxxendq7poqfcjetel25m