Nova morfologia do trabalho, crise do sindicalismo e emancipação humana na contemporaneidade

Alzira Mitz Bernardes Guarany
2016 SER Social  
Este artigo é parte de um estudo mais amplo acerca da saúde mental e do trabalho, de caráter bibliográfico e empírico. Tem a intenção de discutir a crise do capitalismo, a nova morfologia do trabalho promovendo inovações em suas formas de gestão e os rebatimentos desta conjuntura no movimento sindical e no projeto de emancipação humana. Ele se propõe a realizar uma análise crítica das lutas sociais históricas e dos processos organizativos da classe trabalhadora que vem sofrendo na
more » ... do na contemporaneidade violentas ofensivas em diversas dimensões, dificultando a consecução de um projeto societário alternativo de emancipação humana ao mesmo tempo em que reafirma sua necessidade na medida em que assistimos nos últimos tempos a uma das mais nefastas tragédias sociais da humanidade, dando sinais da falência do projeto civilizatório proposto pela sociabilidade burguesa.
doi:10.26512/ser_social.v18i38.14275 fatcat:6e4t27mpivbwhnohmghh4qwzmy