Sociologia da prisão

Isabel Pojo do Rego
2004 Sociedade e Estado  
COMBESSIE, Philippe. Sociologie de la prison. Paris: Éditions la Decouverte, 2001. 128 p. (Collection Repères) O tema da prisão ainda não foi suficientemente tratado no Brasil sob o ângulo metodológico. Não encontramos bibliografia que oriente àqueles que se iniciam neste campo de análise a como fazer um estudo sociológico da prisão. Por isso, gostaríamos de deixar uma contribuição em forma de resenha da obra Sociologie de la Prison, de Philippe Combessie. Este autor francês dedicou-se a
more » ... dedicou-se a escrever um livro que traz uma síntese das principais abordagens contemporâneas dos cientistas sociais da Europa e Estados Unidos. Este estudo ressalta a diferença entre o olhar sociológico e o olhar jurídico no estudo das instituições prisionais, oferecendo ao leitor uma rica bibliografia comentada. Combessie é sociólogo francês, vinculado ao Groupe de Recherche et d'Analyse du Social et de la Sociabilité -CNRS -IRESCO, e professor na Universidade de Paris V. Sua primeira constatação ao se dedicar ao estudo das prisões foi perceber a dificuldade de se comparar os dados sobre a legislação penal entre os diferentes países, pois o risco de enviesamento é grande. Cada polícia tem procedimento distinto ao informar sobre a detenção. Há países onde a polícia considera a prisão temporária como dado concreto sobre o número de presos, outros não. Por essa razão, ele acredita ser difícil fazer comparações fora de um mesmo país, isto é, entre distintas legislações carcerárias. No entanto, o autor percebe que comparações * Discente do curso de doutorado em Sociologia na UnB.
doi:10.1590/s0102-69922004000100011 fatcat:5rllp23t5nga7hmcjgspys32eq