Ingestão de energia e nutrientes por adolescentes de uma escola pública

Renata Doratioto Albano, Sônia Buongermino de Souza
2001 Jornal de Pediatria  
Artigo submetido em 28.09.00, aceito em 25.07.01. Resumo Objetivo: avaliar o consumo médio alimentar de energia, de proteína, de cálcio, de ferro e de vitaminas A e C de adolescentes. Métodos: estudo transversal em uma escola pública de ensino fundamental e médio, no município de São Paulo, com 92 alunos, de ambos os sexos, entre 11 e 17 anos, do ensino fundamental, em 1998. A amostra foi selecionada utilizando-se um procedimento sistemático, com intervalo 2, de acordo com a série e sexo. Os
more » ... série e sexo. Os dados de consumo alimentar foram coletados através do recordatório de 24 horas e comparados com as recomendações preconizadas pelo National Research Council de 1989. Resultados: os consumos médios de energia, de proteínas e de vitamina C, para ambos os sexos, ultrapassaram a recomendação. O consumo médio de ferro para o sexo masculino ultrapassou a recomendação e, para o feminino, atingiu mais que 80%. O consumo médio de cálcio para o sexo masculino atingiu menos que 70% da recomendação e para o feminino, menos que 50%. Conclusões: pode-se concluir que os principais problemas detectados foram o baixo consumo médio de cálcio e elevado consumo de energia. J Pediatr (Rio J) 2001; 77 (6): 512-16: adolescente, nutrição do adolescente, consumo de alimentos. Abstract Objective: to assess the average intake of energy, protein, calcium, iron, vitamins A and C in adolescents. Methods: cross-sectional study in a high school in São Paulo, Brazil, with 92 students, both males and females, aged between 11 and 17. The sample was chosen by a systematic statistical selection. The food intake was determined by 24-h diet recall and compared with the National Research Council recommendation (1989). Results: the average intake of energy, proteins and vitamin C by both males and females was higher than the recommendation. The average iron intake by males was higher than the recommendation and more than 80% in females. The average calcium intake by males was less than 70% and less than 50% in females. Conclusions: low average intake of calcium and high average intake of energy were observed. J Pediatr (Rio J) 2001; 77 (6): 512-16: adolescent, adolescent nutrition, food consuption.
doi:10.1590/s0021-75572001000600015 fatcat:hvl5rotad5adblx2qocd4bj5oq