Redução de sílaba em fala espontânea nas alterações específicas de linguagem

Débora Maria Befi-Lopes, Silmara Rondon
2010 Pró-Fono  
TEMA: a redução de sílaba (RS) ocorre frequentemente nas Alterações Específicas de Linguagem (AEL), podendo indicar um fator desviante no processo de aquisição fonológica destes sujeitos. OBJETIVO: verificar a ocorrência de RS na fala espontânea de crianças com AEL e a influência dos fatores extensão das palavras e tonicidade para sua ocorrência. MÉTODO: foram sujeitos 27 crianças com AEL, com idades entre 3:0 e 5:11 anos, em tratamento fonoaudiológico semanal, que apresentaram 50% de acertos
more » ... am 50% de acertos em provas específicas de fonologia realizadas ou que apresentaram inteligibilidade de fala passível de análise pela fala espontânea. As amostras de fala foram obtidas a partir de interação lúdica com a pesquisadora e pelo discurso eliciado por figuras. A ocorrência de RS foi analisada considerando-se: extensão das palavras produzidas, preferência por sílabas tônicas ou átonas e posição das sílabas nas palavras em que ocorreu RS. RESULTADOS: houve predomínio na produção de palavras dissílabas (X2 = 72,49; p < 0,001), a ocorrência de redução de sílaba foi significantemente maior nas palavras polissílabas (X2 = 11,22; p < 0,004) e as sílabas iniciais foram mais reduzidas (X2 = 34,99; p < 0,001). As sílabas átonas foram reduzidas com maior frequência (Z = -5,79; p < 0,001). CONCLUSÃO: a preferência pela produção de palavras dissílabas confirma a dificuldade dos sujeitos com estruturas silábicas complexas e justifica parte de sua ininteligibilidade em fala espontânea. A predominância da redução de sílabas átonas indica a preferência pela produção do núcleo das palavras, em que a ênfase é dada na sílaba tônica durante a expressão da linguagem.
doi:10.1590/s0104-56872010000300029 pmid:21103727 fatcat:3tteszjvqnh5hiufof4akap53e