Correlação entre voz, autoavaliação vocal e qualidade de vida em voz de professoras

Edna Pereira Gomes de Morais, Renata Rangel Azevedo, Brasilia Maria Chiari
2012 Revista CEFAC  
OBJETIVO: avaliar a qualidade vocal, autoavaliação e a qualidade de vida em voz em professoras do ensino fundamental do 1º ao 5º ano e correlacionar os achados. MÉTODO: estudo transversal observacional de correlação, com 73 professoras do ensino fundamental do 1º ao 5º ano de escolas públicas da Rede Estadual de Educação de Maceió/AL. Aplicou-se um questionário inicial no qual continha uma pergunta de autoavaliação, posteriormente as vozes foram gravadas para análise perceptivo-auditiva por
more » ... vo-auditiva por meio da escala analógico-visual e por fim aplicado o questionário de qualidade de vida em voz (QVV). A estatística descritiva foi utilizada para descrever a amostra. O coeficiente de correlação de Spearman foi utilizado para verificar a correlação entre avaliação perceptivo-auditiva, autoavaliação e escores do QVV. RESULTADOS: as professoras apresentaram desvio do comportamento vocal de grau moderado e leve-moderado, respectivamente para emissão sustentada e fala encadeada. A maioria das professoras considerou suas vozes como boas (37%) e razoáveis (43,8%). O escore total do QVV mostrou impacto médio da voz na qualidade de vida e, apenas a questão de autoavaliação vocal apresentou correlação com os escores do QVV. Os domínios do QVV mostraram correlações significantes entre si. CONCLUSÕES: a população estudada apresentou desvio do comportamento vocal e impacto da voz na qualidade de vida, a autoavaliação mostrou satisfação das mesmas com suas vozes, sendo esse aspecto o único a apresentar correlação com os escores do QVV.
doi:10.1590/s1516-18462012005000032 fatcat:jvph2k5v5zcy7k3tqbldqtskiy