Genetic variability of papaya lethal yellowing virus isolates from Ceará and Rio Grande do Norte States, Brazil

Cleidiane B. Daltro, Álvaro J. Pereira, Renan S. Cascardo, Poliane Alfenas-Zerbini, José Evando A. Bezerra-Junior, José Albérsio A. Lima, Francisco Murilo Zerbini, Eduardo C. Andrade
2012 Tropical Plant Pathology  
The papaya (Carica papaya) is a fruit crop of great economic importance throughout the Brazilian northeast, which is responsible for 60% of the national output. Papayas in the states of Ceará and Rio Grande do Norte are affected by lethal yellowing disease, caused by papaya lethal yellowing virus (PLYV). Previous work suggested that PLYV is a putative sobemovirus. To assess the genetic variability of PLYV, foliar samples were collected in October 2008 and October 2009 in commercial fields from
more » ... ercial fields from Ceará and Rio Grande do Norte states, and total RNA was extracted. Specific primers based on the sequence of a previously characterized PLYV isolate were used for the RT-PCR-based amplification of a 900 bp fragment corresponding to the central region of the viral genome. Fragments from 21 viral isolates were cloned and sequenced. Sequence analyses indicated >97% nucleotide sequence identity among the isolates, 94-100% identity with the previously sequenced PLYV isolate, and a lower but significant identity with sobemoviruses (43-48.5%). These results suggest a low genetic variability among PLYV isolates, and are in agreement with the provisional placement of PLYV in the genus Sobemovirus. Definitive taxonomic conclusions, however, can only be drawn after the determination of the full-length genomic sequence. RESUMO Variabilidade genética de isolados do papaya lethal yellowing virus dos estados do Ceará e Rio Grande do Norte, Brasil O mamão (Carica papaya) é uma fruta de grande importância econômica em todo o Nordeste brasileiro, região responsável por 60% da produção nacional. Mamoeiros nos estados do Ceará e Rio Grande do Norte são afetados pela doença denominada amarelo letal do mamoeiro, causada pelo papaya lethal yellowing virus (PLYV). Trabalhos anteriores indicaram que o PLYV é um possível sobemovírus. A fim de estimar a variabilidade genética do PLYV, amostras foliares de mamoeiro foram coletadas em outubro de 2008 e de 2009 em regiões produtoras do Ceará, e Rio Grande do Norte. Oligonucleotídeos específicos baseados na sequência de um isolado de PLYV previamente caracterizado foram utilizados para a amplificação via RT-PCR de um fragmento com 900 pb, correspondente à região central do genoma viral. Fragmentos de 21 isolados virais foram clonados e sequenciados. A análise das sequências de nucleotídeos indicou >97% de identidade entre os isolados, entre 94-100% com o isolado de PLYV previamente sequenciado, e uma identidade baixa, porém significativa, com sobemovírus (43-48,5%). Estes resultados sugerem um baixo grau de variabilidade genética entre isolados de PLYV, e estão de acordo com a classificação provisória do PLYV como membro do gênero Sobemovirus. Conclusões de ordem taxonômica, no entanto, só podem ser tiradas após a determinação da sequência genômica completa. Palavras-chave: Carica papaya, PLYV, sobemovírus.
doi:10.1590/s1982-56762012000100004 fatcat:7lsrxjoubjbxnm5xujxu53yyje