Uma Leitura Sócio-Antropológica do Sacrifício: Estudo de Caso Levítico 6.17-23

S.X. Santos
2011 Caminhando  
A socio-anthropological reading of sacrifice: case study based on Leviticus 6.17-23 Una lectura socio-antropológica del sacrificio: Levítico 6.17-23 Suely Xavier dos Santos RESUMO A proposta deste artigo é estudar o texto de Levítico 6.17-23 1 , à luz dos conceitos de Marcel Mauss, Henri Hubert e René Girard, que ajudam a compreender uma sociedade que convive com o sacrifício. ABSTRACT The purpose of this paper is to study the text of Leviticus 6.17-23 in light of the concepts of Marcel Mauss,
more » ... s of Marcel Mauss, Henri Hubert and Rene Girard, which help to understand a society that coexists with the sacrifice. RESUMEN El propósito de este trajo es estudiar el texto de Levítico 6.17-23 a la luz de los conceptos de Marcel Mauss, Hubert Henri y René Girard, que ayudan a entender una sociedad que vive con el sacrificio. Palabras clave: Sacrificio; sacrificial; Levítico, pecado; ofrenda. Introdução A palavra sacrifício significa cumprir um ato ou ofício sagrado. Sendo assim, o sacrifício é um mecanismo social produtor de sagrado. Uma pessoa ou animal é culpabilizado pelas mazelas do grupo e, igualmente, será o doador da salvação depois de oferecido em sacrifício, havendo uma relação estreita entre sacrifício, sacrificado e sacrificador. Na pesquisa bíblica, a leitura socioantropológica tem grande importância, pois apresenta a sociedade como um organismo social e as relações que as regem como movimentos orgânicos, demonstrando, assim, que cada aspecto da vida social é parte de um conjunto integrado. E no caso da sociedade israelita não é diferente. 1 Na Bíblia editada pela SBB, este texto se encontra em 6.24-30.
doi:10.15603/2176-3828/caminhando.v16n2p21-30 fatcat:njrcapluerafjbvxkxbedpcs4q