Efeitos simbólicos capitalizados pelos enfermeiros do Instituto Nacional de Câncer no Brasil (1980 – 1990)

Maria Cristina Freres de Souza, Gizele da Conceição Soares Martins, Maria Angélica de Almeida Peres, Fabíola Lisboa da Silveira Fortes, Antonio José de Almeida Filho
2015 Revista Brasileira de Enfermagem  
RESUMO Objetivo: descrever as estratégias dos enfermeiros do Instituto Nacional de Câncer para divulgação do seu capital científico e discutir os efeitos simbólicos capitalizados no campo da oncologia na década de 1980. Método: estudo histórico-social, cujas fontes primárias constituíram-se de documentos escritos e depoimentos orais e, as secundárias, de artigos e livros sobre o tema, fundamentado com os conceitos de capital científico e habitus do sociólogo francês Pierre Bourdieu. Resultados:
more » ... urdieu. Resultados: evidenciou-se a efetiva atuação do enfermeiro desse Instituto nas políticas de prevenção e controle do câncer e das estratégias utilizadas no ensino de enfermagem em oncologia no curso de graduação. Concluiu-se que a Enfermagem destacou-se, nesse contexto, através da difusão do seu capital científico, como participante da construção de um campo científico da Enfermagem oncológica no Brasil, com destaque à ocupação de alguns espaços sociais importantes.
doi:10.1590/0034-7167.2015680214i pmid:26222172 fatcat:nz2bp4l67vdwvddychyndloqfu