Uma nova história geral didática para compreender o mundo e agir como cidadãos globais

Ivo Mattozzi
2020 Escritas do Tempo  
No ensaio defendo a necessidade de mudar o modelo de história geral a ser ensinada. Percebemos que a história, como disciplina escolar, corre o risco de se tornar irrelevante. As histórias que estamos vivendo como sujeitos ativos e as que sofremos exigem um conhecimento muito diferente daquele transmitido tradicionalmente pelos sistemas escolares e uma concepção diferente da história a ser ensinada. O sistema de conhecimento, proposto pelo livro didático, pertence ao gênero historiográfico
more » ... istoriográfico denominado história geral. O tipo de história geral que foi transposta para os manuais é aquele elaborado a partir do século XVIII e que foi preferido durante o século XIX por historiadores e governantes a outros tipos de história geral, mesmo que tenham sido produzidos ou teorizados. É o tipo de história geral adotada no processo que torna canônica uma narrativa histórica projetada para fundamentar a identidade coletiva da nação por meio de uma narrativa eventográfica. A história geral eventográfica (evenementielle), que fragmenta os processos de transformação e justapõe de forma sequencial os segmentos factuais e cognitivos distribuindo-os espacialmente, mostrou-se completamente inadequada para produzir conhecimentos capazes de explicar a historicidade do mundo atual. Teremos que pensar primeiro nos modelos de história geral a partir dos quais escolher os modelos de origem, aqueles que melhor se prestam a serem transpostos para uma história geral didática. Não encontrei a história geral tratada como objeto de reflexão epistemológica e metodológica em nenhum dos livros mais conhecidos dentre aqueles dedicados ao método histórico. A exceção é a de Johann Gustav Droysen que, na sua Historik, considerou a história geral como o maior produto historiográfico disponível. Geralmente, a história geral tem sido considerada uma produção historiográfica de segunda ordem e modesta em relação às histórias particulares, monográficas e especializadas. Portanto, no artigo, reviso as propostas e realizações de modelos alternativos de história geral e reivindico sua relevância, sua originalidade historiográfica e sua eficácia educacional.
doi:10.47694/issn.2674-7758.v2.i5.2020.198225 fatcat:q7wudklwwba4pj5wwpsbmxsbpu