A educação do campo na trajetória do campesinato no Sudeste Paraense

Manuel Fábio Matos Barros, Maria José de Souza Barbosa
2019 Brazilian Journal of Development  
RESUMO Este artigo versa sobre a educação do campo e seus avanços no Brasil e na região Sudeste do Pará. Foi desenvolvido a partir de uma revisão bibliográfica acerca da temática. Tratada educação rural pensada como uma estratégia de formação de camponeses. Esse modelo de educação teve diferentes concepções na trajetória histórica, pensada para a formação de mão de obra para o capital agrário. A educação do campo, contrapondo-se aesse modelo de educação rural, buscando uma formação de sujeitos
more » ... rmação de sujeitos protagonistas, com pilares ancorados na cultura e na tradição dos saberes populares, na cosmologia e na alternância pedagógica de tempos e espaços de aprendizado que vão além da escola, chegando à vida cotidiana da comunidade. Por fim, as organizações camponesas associadas a pesquisadores e instituições criaram o movimento "por uma educação do campo" que, após várias manifestações e proposições, tiveram avanços técnicos, jurídicos e principalmente educacionais como o reconhecimento de suas especificidades. ABSTRACT This article deals with the education of the field and its advances in Brazil and the Southeast region of Pará. It was developed based on a bibliographical review about the theme. Treated rural education thought as a strategy of training peasants. This model of education had Brazilian Journal of Development Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 5, n. 12, p. 28605-28621 dec. 2019 ISSN 2525-8761 28606 different conceptions in the historical trajectory, thought for the formation of labor for the agrarian capital. The education of the countryside, opposing this model of rural education, seeking a formation of protagonist subjects, with pillars anchored in the culture and tradition of popular knowledge, cosmology and pedagogic alternation of times and learning spaces that go beyond school , Reaching the daily life of the community. Finally, peasant organizations associated with researchers and institutions created the movement "for an education of the countryside" that, after various manifestations and propositions, had technical, juridical and mainly educational advances as the recognition of their specificities.
doi:10.34117/bjdv5n12-039 fatcat:eq5bj6bftzbwdefyzlubwgc52y