Êxodo seletivo, masculinização e envelhecimento da população rural na região central do RS

José Marcos Froehlich, Cassiane da Costa Rauber, Ricardo Howes Carpes, Marcos Toebe
2011 Ciência Rural  
A configuração populacional vem sofrendo acentuadas transformações ao longo da última década. Atualmente, a masculinização e o envelhecimento populacional são apontados como características dessa realidade. Neste sentido, este trabalho teve como objetivo analisar a ocorrência e o comportamento dos processos de masculinização e envelhecimento da população rural de 27 municípios da Região Central do Rio Grande do Sul, em diferentes faixas etárias. Para alcançar esse propósito, utilizaram-se dados
more » ... utilizaram-se dados da Contagem Populacional de 1996 e 2007 do IBGE referentes à população rural regional sistematizados em quatro faixas: 0 a 14 anos, 15 a 24, 25 a 59 e 60 ou mais anos. As diferenças entre os sexos foram submetidas ao Teste para Diferença entre Duas Proporções com 5% de probabilidade de erro. Também foram calculadas a diferença percentual da população total e de cada sexo entre 1996 e 2007. O processo de masculinização rural consolida sua presença na Região Central do RS, sendo a população adulta atingida com mais intensidade. A sobreposição masculina significativa pode ser observada em todos os municípios, aumentando da primeira a terceira faixa etária. Em alguns municípios, houve uma intensificação da masculinização rural também entre a população idosa. Também pode ser observado, de forma geral, um abrandamento do predomínio masculino entre a população jovem. A forte redução da população de 0 a 14 anos, bem como o aumento da população idosa no período mostra um processo de envelhecimento entre a população estudada. Essa configuração populacional pode comprometer a sucessão nos estabelecimentos rurais, interferindo na dinâmica social e produtiva do espaço rural da Região Central do RS.
doi:10.1590/s0103-84782011005000124 fatcat:yxa2onkepzhj3kksknmhorr4n4