A prática da leitura na escola e as relações de gênero e sexualidade: subsídios para reflexão sobre formação inicial e contínua de professores(as) [thesis]

Karina Valdestilhas Leme de Souza
A prática da leitura na escola e as relações de gênero e sexualidade: subsídios para reflexão inicial e continuada de professores(as). São Paulo 2014 Agradecimentos É chegado o momento tão especial de agradecer a preciosa colaboração de tantas pessoas que, ao longo desses três anos, tornaram essa pesquisa possível. Gostaria, na verdade, de poder abraçar todas essas pessoas que, de forma direta ou indireta, ajudaram-me de diversas formas nessa caminhada. Deste modo, transformo em palavras meus
more » ... em palavras meus sinceros agradecimentos: À querida Prof.ª Dr.ª Cláudia Pereira Vianna, minha orientadora, à quem nutro sincera admiração. Sou imensamente grata por suas acertadas orientações, sua seriedade, sabedoria e dedicação foram imprescindíveis para desvelar os caminhos por vezes obscuros da pesquisa. Obrigada por todos os momentos! Obrigada por me ajudar a tornar esse sonho uma realidade! Às professoras Dr.ª Idméa Semeghini-Siqueira e Dr.ª Célia Regina Rossi por contribuírem grandemente no desenvolvimento desse trabalho com a leitura atenta e criteriosa do Relatório de Qualificação. Obrigada pelas reflexões e sugestões que vieram a enriquecer o trabalho! Ao Grupo de Estudos de Gênero, Educação e Cultura Sexual (EdGES), coordenado pelas professoras Dras. Cláudia Pereira Vianna e Marília Pinto de Carvalho, pelas ricas discussões intelectuais e, em especial aos orientandos(as) da professora Cláudia Vianna, pela oportunidade de troca de saberes e vivências intelectuais. Obrigada pela parceria e ajuda de cada um: Bete obrigada pelo empréstimo do gravador para a realização das entrevistas! Paulinho, obrigada pela revisão desse trabalho, sua leitura criteriosa e sugestões pertinentes contribuíram para tornar essa dissertação certamente melhor. Aos(às) funcionários(as) da FEUSP (secretária da pós-graduação, secretária do EDA, Biblioteca, entre outros setores/departamentos) pelos serviços prestados. À minha família: Mauro, meu companheiro, obrigada por cada momento ao meu lado, por me apoiar nas horas difíceis e compreender meus desesperos! Mãe e pai amados, obrigada por cada dia da minha vida, pelo amor, apoio, ensinamentos e compreensão! Nine, obrigada por cada palavra de incentivo, por ser minha irmã! Vô Dorival, e avós, Benedita e Benícia (in memorium), por tudo que puderam me ensinar! Às amigas Gabriela, Lívia e Daniela, que pacientemente compreenderam o meu momento mestranda e as ausências durante esses três anos e, com palavras de carinho me incentivaram a seguir em frente! À amiga distante, Kelly, por fazer parte da minha história de vida! Às colegas de profissão, Karina, Carolina, Vanessa, Stella, Andréa e Cláudia Y. que, por inúmeras vezes, ouviram meus desabafos e minhas angústias de pesquisadora. Aos(às) meus(minhas) alunos(as) queridos(as) que participaram, mesmo que indiretamente, desse processo. Que por vezes me escreveram cartinhas com agradecimentos ou declarações de amor e, mostraram-me que um mundo melhor é possível! À equipe gestora e as professoras do ciclo I e da Sala de Leitura da EMEF investigada, meus mais sinceros agradecimentos, sem o consentimento da diretora e coordenadora e, participação das docentes essa pesquisa não seria possível. Obrigada pela colaboração e paciência! Enfim, agradeço a todas as pessoas que de alguma maneira contribuíram para a realização desse trabalho e que, por falha da minha memória, não foram citadas nessas páginas. Obrigada! Resumo SOUZA, Karina Valdestilhas Leme de. A prática da leitura na escola e as relações de gênero e sexualidade: subsídios para reflexão inicial e continuada de professores(as). 2014. 184 f. Dissertação (Mestrado) -Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Esta Dissertação de Mestrado tem por base investigação sobre como a prática da leitura docente em sala de aula e na Sala de Leitura colabora ou não com o processo de introdução de questões da ordem do gênero, da sexualidade e da diversidade sexual junto às crianças, uma vez que tais assuntos estão presentes em alguns, dos muitos, títulos de literatura infantil publicados atualmente no Brasil. A pesquisa foi realizada em uma EMEF situada na zona sul da cidade de São Paulo e contou com a participação das docentes dos anos iniciais e da Sala de Leitura da escola. Para a investigação empírica foram utilizadas observações em campo, realização de entrevistas semiestruturadas e aplicação de questionários. No exame do material obtido, foram fundamentais as reflexões teóricas pautadas em: Nelly Novaes Coelho, Marisa Lajolo e Regina Zilberman sobre literatura infantil; documentos oficiais (guias e orientações) publicados pela RMESP (DOT) acerca da prática da leitura; Jeffrey Weeks e Judith Butler a respeito de sexo e sexualidade e Joan Scott sobre o conceito de gênero. Constatou-se que apesar da existência de orientações enfatizando a importância da prática diária da leitura docente às crianças, há um distanciamento entre o que é proposto pela SME em seus guias e o que é realizado pelas professoras em sala de aula. Também, verificou-se que boa parte das professoras investigadas não receberam uma formação sistematizada acerca do gênero e da sexualidade durante o curso de graduação ou em formação continuada, ainda, constatou-se baixa oferta de títulos de literatura infantil envolvendo tais questões na Sala de Leitura da EMEF. Por fim, foi possível ratificar a importância de ações diversas que apoiem e norteiem a prática docente, para que possam se sentir seguros(as) no exercício de suas profissões e consigam realizar um trabalho sem que necessariamente ele esteja vinculado a uma demanda específica dos(as) alunos(as). Palavras-chave: Educação; prática da leitura; literatura infantil; relações de gênero; sexualidade; escola; formação de professores(as). Abstract SOUZA, Karina Valdestilhas Leme de. The practice of reading in school and gender relations and sexuality: subsidies for initial and continuing teacher reflection. 2014. 184 p. Dissertation (Master´s Degree) -School of Education, University of São Paulo, São Paulo, 2014. This dissertation is based on a research about whether the practice of teaching reading in the classroom and in the Reading Room contributes or not with the process of introducing issues of gender, sexuality and sexual diversity to children, considering that these topics are part of several titles of children's literature currently published in Brazil. The research was carried out in an elementary school located in the south of São Paulo and focus on teachers who teach the elementary years and work in the school's Reading Room. Field observations, semi-structured interviews and questionnaires have been used for empirical research. The analysis of the field data was based on the theoretical reflections by: Nelly Novaes Coelho, Marisa Lajolo and Regina Zilberman about children's literature; official documents (guides and guidelines) published by RMESP (DOT) about the practice of reading; Jeffrey Weeks and Judith Butler about sex and sexuality and Joan Scott on the concept of gender. Results point out that despite the existence of guidelines emphasizing the importance of daily practice of teaching reading to children, there is a gap between what is proposed by SME (Municipal Education Department) in their guides and what is actually done by teachers in the classroom. In addition, results show that most of the teachers interviewed did not receive systematic training on gender and sexuality in the undergraduate course or continuing education. Furthermore, there was low supply of children's literature involving such matters in the school's Reading Room. Finally, it was possible to confirm the importance of several actions that support and guide teachers' practices, so they can feel confident in their jobs and can perform tasks not necessarily originated in specific demands from students.
doi:10.11606/d.48.2014.tde-01122014-112932 fatcat:ixpbh7e6d5dllnpbnanlla5ijm