Atos mentais e Cognição em J. Duns Scotus: um estudo de caso do Quodl. XIII

Guido José Rey Alt
2017 Intuitio  
O ensaio examina a ontologia de atos mentais desenvolvida por Scotus em Quodlibet XIII, dando atenção aos aspectos da filosofia da mente posteriores e presentes em Guilherme de Ockham. O tratamento tem ênfase na interpretação dos assim chamados modelos de 'existência objetiva' e de 'atos mentais' com respeito ao conteúdo mental e sua relação com a epistemologia da cognição.
doi:10.15448/1983-4012.2017.2.28557 fatcat:fgvja3iuvradvlpjzqfnpvf4ka