Benefícios do exercício físico na gravidez: uma revisão integrativa

Maria Eduarda da Silva, Wellington Manoel da Silva, Elaine Rufino Barbosa da Silva, Jardeson Joaquim Bezerra, Jéssica dos Santos Costa, Joyce Neire Vidal Alexandre Souza, Andreza Amanda de Araújo, Wanessa Nathally de Santana Silva, Sheylla Josefa de Couto, Alana Borges dos Santos, José Carlos Barbosa, Rosselyne Kelle de Moura Afonso (+6 others)
2020 Research, Society and Development  
Durante a gestação, as mulheres passam por diversos processos em que ocorrem mudanças corporais e adaptações fisiológicas, biomecânicas, metabólicas e comportamentais. A gravidez dura, aproximadamente, 40 semanas, e promove nas mulheres alterações nos sistemas cardiorrespiratórios, musculoesqueléticos e no metabolismo em geral, essas alterações podem ocasionar nas mulheres hipertensão, diabetes gestacional, ganho de peso excessivo, dor lombar e pélvica e alteração no equilíbrio, na postura e na
more » ... io, na postura e na marcha, prejudicando sua qualidade de vida. Desta forma, este estudo objetivou identificar e relatar os benefícios da prática do exercício físico durante o período gestacional. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, com buscas nas bases de dados: Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS) e Scientific Electronic Library Online (SciELO), utilizando-se os Descritores em Ciências da Saúde (DeCS) "gravidez" e " exercício físico" e o operador booleano "AND" no cruzamento das palavras. Foram selecionados 13 artigos, publicados entre os anos de 2000 a 2020 nos idiomas inglês e português. A prática de exercícios físicos no período gestacional pode promover ganho de peso corporal e tecido adiposo reduzido, menor risco de parto prematuro, menos chances de complicações durante ou imediatamente após o parto, melhora da capacidade física geral e da capacidade física para o parto, melhora na capacidade cardiorrespiratória e menor risco ou inexistência de inchaços em membros inferiores. Conclui-se que o exercício físico é relevante, seguro e aconselhável, quer seja aeróbico ou mesmo de força, no período gestacional.
doi:10.33448/rsd-v9i11.10401 fatcat:rsm2abnjibdljafcs2ippyuxrq