A educação ambiental como estratégia da Atenção Primária à Saúde

Carlos Alexandre Rodrigues Pereira, Juliana Valéria de Melo, André Luis Teixeira Fernandes
2012 Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade  
Resumo A Educação Ambiental não deve discutir somente o meio ambiente físico, mas também deve contextualizar a saúde local, destacando os cuidados com a prevenção de doenças e gestão dos fatores ambientais deletérios a saúde. Objetivo: Este trabalho teve como objetivo avaliar a eficácia da Educação Ambiental como estratégia da Atenção Primária à Saúde (APS) num pequeno núcleo urbano isolado no Município de Uberaba. Método: Foi realizado um diagnóstico socioambiental no período de agosto/2009 a
more » ... o de agosto/2009 a janeiro/2010 por meio da aplicação de questionário semiestruturado de pesquisa quantitativa e qualitativa sobre saúde, meio ambiente e desenvolvimento social. Com base nos resultados do diagnóstico, foram elaboradas atividades que envolveram reuniões, palestras e eventos culturais que discutiam os problemas verificados no diagnóstico. A avaliação da eficácia das intervenções foi realizada por meio da verificação de ações comunitárias que surgiram após as atividades. Resultados: Obteve-se a mobilização da Secretaria Municipal de Saúde quanto à qualidade da água de consumo humano e a mobilização comunitária na organização e enfrentamento dos problemas vivenciados, relacionados à educação, assistência médica e representação comunitária. Essas ações não se devem exclusivamente ao trabalho de educação realizado, mas foram motivadas e incentivadas por ele. Conclusão: Verifica-se que a Educação Ambiental é uma estratégia viável para a Atenção Primária à Saúde que pode ter alcance comunitário e trabalhar questões socioambientais que interferem na condição de saúde das pessoas. Abstract Environmental education should not only discuss the physical environment, but also contextualise the local health care with emphasis on the disease prevention and management of environmental factors detrimental to health. Objective: This paper aims highlight the strategic importance of environmental education for the work in Primary Health Care in an isolated small urban center in the city of Uberaba. Method: Socio-environmental diagnosis was made in the period of August/2009 January/2010 through the application of semi-structured questionnaire for quantitative and qualitative research on health, environment and social development. Based on the results of the diagnosis, were prepared activities involving meetings, lectures and cultural events that discussed the problems in diagnosis. The assessment of efficacy was performed by verifying community action that arose after the activities. Results: Obtained the mobilization of the Municipal Health on the quality of drinking water and the community mobilization for organization and dealing with problems experienced related to education, health care and community representation. These actions are not due exclusively to the work carried out education, but were motivated and encouraged by it. Rev bras med fam comunidade. Florianópolis, 2012, Abr.-Jun.; 7(23): 108-16.
doi:10.5712/rbmfc7(23)293 fatcat:qxk6r2unjfav3jeebeo57krh7u