Isolamento e caracterização da hemoglobina de Brachyplatystoma sp.: um bagre tropical

Joseph P. Martin, Maurizio Brunori, Robert L. Garlick, Dennis A. Powers
1978 Acta Amazonica  
Resumo O componente único da hemoglobina de Brachyplatysoma sp, tem um peso molecular aparente de 69000 determinado por filtração de gel. A hemoglobina apresenta efeito Bohr tanto ácido quanto básico, efeito de fosfato orgânico e não apresenta efeito Root. O P1/2, de oxigênio do sangue completo varia de 10.7 mm Hg em soluções equilibradas no ar até 25,1 mm Hg após a adição de 5,6% CO2 ao gás equilibrado. O efeito Bohr medido para hemoglobina "stripped" entre pH 7,0 e 8,0 é Δ log P1/2/Δp = H
more » ... 3. Adições de 1mM ATP induzem mudança no efeito Bohr a Δ log P1/2/Δ pH = —0,58 na mesma faixa de pH. O valor n das soluções de hemoglobina "stripped" varia de 1 a pH 7,0. Adições de 1mM ATP mudam a variação de n a valores de pH mais altos causando um aumento no valor de n, n=2 a pH 7,4. As cinéticas da ligação de monóxido de carbono e dissociação de oxigênio são dependentes do pH. A taxa CO "on" vira autocatalítica à medida que o pH diminui, indicando interações positivas das subunidades. A taxa O2 "off" foi homogênea a todos os valores do pH. Os efeitos Bohr da hemoglobina de Brachyplatystoma e outras hemoglobinas de pimeloidídeos são maiores que as determinadas para as hemoglobinas não fraccionadas de espécies mais sedentárias de outras famílias de bagres, tais como Loricariidae e Callichthyidae.
doi:10.1590/1809-43921978084s285 fatcat:ho2yzfazcfd5hghl36tqoupmga