O RISO COMO ESTRATÉGIA DE RESISTÊNCIA AO PODER PUNITIVO

Flávia Cristina Silveira Lemos, Flávio Valentim de Oliveira
2016 Psicologia em Estudo  
O artigo é resultado de análises teóricas de uma pesquisa de doutorado em formato de um ensaio, na interface das contribuições da Filosofia, Psicologia e Sociedade, para problematizar o riso, a vingança e a justiça. As práticas punitivas, os saberes médicos e jurídicos que as sustentam são colocadas em questão. Também são abordadas as intervenções do riso, na política da verdade, a qual atravessa subjetividades ressentidas, ávidas em julgar, vigiar e punir. Interrogar a relação entre ordem
more » ... ão entre ordem médica e lei, no castigo, em defesa da sociedade é uma importante contribuição desse texto teórico, o qual faz do riso uma arma política em que a ironia e o trágico colocam em questão a justiça como juízo. A crítica à sujeição da pena como vingança face à ruptura com o pacto social é colocada em suspensão. Nesse sentido, é proposta uma linha reflexiva, ainda que provisória, de um problema que me parece essencial no pensamento de Nietzsche e Foucault: os laços entre riso e punição.
doi:10.4025/psicolestud.v21i3.29946 fatcat:gzcmx2fo3zebdepe3rrdbtehdy