Acidentes e violências: um retrato das ocorrências nos serviços de atendimento a urgências e emergências

Gisetti Corina Gomes Brandão, Anne Jaqueline Roque Barrêto, Jaqueline Correia Gaspar, Ruth França Cizino da Trindade, Natália Luzia Fernandes Vaz, Maria Amélia de Campos Oliveira
2014 Cadernos de Saúde Coletiva  
Este estudo teve por objetivo caracterizar os atendimentos realizados em um serviço hospitalar de urgência e emergência na cidade de Maceió (AL) e identificar as características das vítimas e dos acidentes atendidas nesse serviço, no ano de 2009. Estudo exploratório, descritivo, com abordagem quantitativa. Os dados foram coletados de fontes secundárias. O total de atendimentos realizados em 2009 foi de 143.262, dos quais foi selecionada uma amostra aleatória de 399 ocorrências, calculada com
more » ... s, calculada com erro amostral de 5% e intervalo de confiança de 95%. Para coleta dos dados, utilizou-se um formulário elaborado com base na ficha de Acidentes e Violências da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde. As variáveis foram preestabelecidas e incluíram idade, sexo, tipo de ocorrência e horário do evento. A maioria (76,19%) das vítimas eram homens, na faixa etária entre 15 e 49 anos (66,96%), com predominância dos 20 aos 29 anos (26,50%); 11,53% eram condutores de veículos e 8,02%, pedestres. A maior incidência de acidentes ocorreu nos períodos da tarde e da noite, com 31,33 e 32,83% dos casos, respectivamente. Os resultados permitem assinalar o risco que os condutores de transportes terrestres enfrentam no trânsito da cidade de Maceió, sendo que tais ocorrências necessitam de intervenções e de outras pesquisas para avaliar as situações de risco.
doi:10.1590/1414-462x201400010002 fatcat:wqvxau5o2netpds6qhf55opfdy