A comunicação científica para o público leigo: breve histórico

Suzana P.M. Mueller, Rita de Cássia Do Vale Caribé
2010 Informação & Informação  
Resumo Relato de fatos marcantes da história e da evolução da divulgação científica para leigos, que ocorreram na Europa entre os séculos XV e XX, com breve referência a iniciativas nos Estados Unidos da América em épocas mais recentes. Os dados foram buscados em estudos publicados sobre o assunto e o escopo do texto privilegia acontecimentos até a introdução das novas tecnologias de informação e de comunicação, aos quais faz apenas breve menção. A ordem de exposição é cronológica, século por
more » ... ógica, século por século, com a exceção de três temasjornalismo científico, livros infantis e museusque são tratados em seções específicas. A narrativa tem início no século XV, destacando as primeiras iniciativas, que ocorreram paralelamente ao desenvolvimento da ciência e da imprensa. A partir daí, os principais acontecimentos de cada século são comentados: as novas academias de ciência que se espalharam pelo continente europeu e cujas atas dão origem aos primeiros periódicos científicos (século XVI); o livro como instrumento de divulgação científica (séculos XVII e XVIII); as conferências científicas como forma de divulgação do conhecimento científico dirigida à sociedade (século XVIII); a consolidação das disciplinas e da especialização, e, paralelamente, dos periódicos científicos separadamente dos veículos de divulgação científica. Palavras-chave Comunicação científica para... Suzana P. M. Mueller; Rita de Cássia V. Caribé Inf. Inf., Londrina, v. 15, n. esp, p. 13 -30, 2010 14 Comunicação da ciência. Comunicação científica. Divulgação científica. Divulgação científicaevolução histórica. História da ciência. INTRODUÇÃO A divulgação do conhecimento científico para o público leigo teve origem com a própria ciência moderna, na Europa do século XV. O acesso ao conhecimento científico pela sociedade em geral, hoje, um fato considerado desejável e corriqueiro nos países democráticos, teve um início marcado por repressão e preconceito, mas foi, aos poucos, conquistando espaço e reconhecimento. Neste texto, alguns dos fatos mais marcantes de sua história, que ocorreram, na Europa, entre os séculos XV e os dias atuais, são relatados. Há também referências breves a algumas iniciativas nos Estados Unidos da América (EUA) em épocas mais recentes. Os dados foram buscados em estudos publicados, e o escopo do texto privilegia os acontecimentos até a introdução das novas tecnologias de informação e de comunicação, aos quais faz apenas breve menção. A ordem de exposição é cronológica, século por século, com a exceção de três temasjornalismo científico, livros infantis e museusque são tratados em seções separadas. ORIGENS DA COMUNICAÇÃO DA CIÊNCIA MODERNA À SOCIEDADE ATUAL UCKO, D. A. Science literacy and science museum exhibits. Curator, Barcelona, v. 28, n. 4, p. 287-300, 1985. VALENTE, M.E.; CAZELLI, S.; ALVES, F. Museus, ciência e educação: novos desafios. História, Ciências e Saúde, Rio de janeiro, v. 12, p. 183-205, 2005. Suplemento, ZIMAN, J. A força do conhecimento. Belo Horizonte: Itatiaia, 1981. ___________________________________________________________________ Title Scientific communication to non scientists: brief history. Abstract The effort to make scientific knowledge accessible to the public in general parallels, in its origin and development, the history of science itself and that of the press. In The text, focus the main facts that marked the trajectory of scientific dissemination in Europe to the public at large, from the XV century to the XX century, stressing events that happened before the inception of the newer communication technologies, which are only brief mentioned. Brief references are also made to efforts registered in the XX Century United States, especially on museums. The text is organized in chronological order, century after century, with the exception but for three topics, scientific journalism, children's books and museums, which are treated separately. Topics within each century include the emergence of the scientific academies and of the scientific periodical, which at first was not aimed exclusively at scientists, the book as instrument of learning, scientific conferences, scientific journalism, children's books, museums.
doi:10.5433/1981-8920.2010v15n1espp13 fatcat:qt6whdwwerbnzaop55ra7ek2ue