Caracterização dos trabalhadores da enfermagem afastados por distúrbios osteomusculares em hospital universitário

Yuri Marques Souza, Daiane Dal Pai, Larissa Martini Junqueira, Andréia Barcellos Teixeira Macedo, Juliana Petri Tavares, Eunice Beatriz Martin Chaves
2020 Revista de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria  
Objetivo: descrever características sociodemográficas e ocupacionais de trabalhadores da equipe de enfermagem afastados por distúrbios osteomusculares em hospital universitário e sua associação com o tempo de afastamento. Método: estudo quantitativo retrospectivo, transversal e analítico. Os dados foram coletados nos prontuários de trabalhadores afastados no período de 2012 a 2017, e analisados por meio da estatística descritiva e analítica. Resultados: de 2.761 afastamentos registrados, 449 se
more » ... registrados, 449 se referiam a distúrbios osteomusculares (16,26%), o maior percentual por dorsalgia (41,5%) e 78 trabalhadores apresentaram diagnóstico psiquiátrico, principalmente depressão (43,4%). Identificou-se no grupo com maior tempo de afastamento ( de 15 dias) o predomínio da categoria de auxiliares e técnicos de enfermagem (p=0,006), trabalhadores com menor mediana de idade (p=0,021) e de maior escolaridade (p=0,035). Conclusão: o elevado número de afastamentos por distúrbios osteomusculares, por vezes associado a outras comorbidades, exige acompanhamento e medidas preventivas nos locais de trabalho.
doi:10.5902/2179769236767 fatcat:dk7yjtmrozad5oyjgp2mmfn5se