Vidas caladas: a voz feminina na obra São Bernardo de Graciliano Ramos

Maria Claudicélia Curvêlo da Cordeiro, Cristiano Cezar Gomes da Silva
2020 Diversitas Journal  
RESUMO: A presente pesquisa teve como objetivo investigar a representação da figura feminina na obra São Bernardo, de Graciliano Ramos, especificamente no que se refere aos aspectos da violência e da opressão. Nesse sentido, buscou-se compreender a representação do feminino a partir do viés cultural da época de publicação da obra, enfatizando os fatores de dominação, submissão, silenciamento e exercício de poder sobre o gênero feminino. Para tanto, a escolha dessa obra como corpus da pesquisa
more » ... orpus da pesquisa foi motivada por representar uma personagem feminina complexa, imponente que compartilha de pensamento emancipador em meio a um período marcado pelo patriarcado. Assim, este estudo proporcionou percorrer um percurso interdisciplinar a partir das áreas dos estudos culturais, estudos literários e crítica feminista, contextualizando o período histórico representado na obra. Por outro lado, o romance também nos permitiu analisar a trajetória da mulher, situando as imposições e restrições através dos papéis preestabelecidos pela cultura e sociedade do período, além de possibilitar o estabelecimento de correlações com a mulher e o seu papel na contemporaneidade. Durante a investigação, consegue-se observar marcas do preconceito e da inferiorização enfrentados pelo gênero feminino, principalmente em relação às funções impostas no convívio social, prevalecendo uma hierarquia entre os gêneros masculino e feminino, ressaltando a dependência e a submissão feminina. A pesquisa teve como fundamentação teórico-metodológica as concepções de Beauvoir (1980); Benedict (2013); Friedan (1971); Laraia (2009); Ortner (2017) Tedeschi (2008), dentre outros. Neste trabalho, foram observados traços que representaram o caráter agressivo e dominador do homem, enquanto sujeito social e culturalmente considerado superior perante a mulher, idealizada como gênero mais frágil e auxiliar do homem. Ao longo da investigação, percebemos, em São Bernardo, a atribuição da inferiorização atribuída à mulher. PALAVRAS-CHAVE: Graciliano Ramos. São Bernardo. Mulher.
doi:10.17648/diversitas-journal-v5i1-989 fatcat:cmrjkidqzza6nazbdtiu3lz7ii