Experiências dos profissionais com o uso do sistema e-SUS AB [thesis]

Tatiele Estefâni Schönholzer
AGRADECIMENTOS Desafio tão grande como o de escrever esta tese é tentar não deixar de agradecer a todas as pessoas que me acompanharam nestes anos de trajetória acadêmica. Começo agradecendo à Deus, a essa força que me permitiu ser perseverante mesmo diante das inúmeras dificuldades. Aos meus pais, Lucilda Schönholzer e Valdelírio Schönholzer, que além da vida me proporcionaram voar e sonhar mesmo que significasse renunciar a seus próprios sonhos. Aos meus irmãos Tatiane e Oto Henrique
more » ... o Henrique Schönholzer por serem morada todas as vezes que volto para casa e, quando longe, pelo imenso apoio. A minha família, cunhados, avós, tios, tias, sobrinho, primos e primas, cada um que à sua maneira torceu para que que fosse possível chegar aqui. Aos amigos que conheci na Universidade Federal de Mato Grosso Vilela, Sâmia Machado por dividirem as conquistas e deixar mais leve a dor dos fracassos. À Rosa Volpato, por ser uma luz em minha vida, irmã de alma e grande incentivadora dos meus sonhos e ao João Pedro Maia por ser um apoiador ("Eu sei que você está nervosa, mas você vai se dar bem.), tradutor de inglês e me amparar nesses anos de doutorado. Aos amigos de Ribeirão Preto que me acolheram em suas casas Aline Zanatta, Amanda Lima e Beatriz Magalhães. Aos amigos de São Carlos, Jhonne Pedro, Nayane Godoy e Joelson da Rosa, por todo companheirismo e momentos compartilhados. À Profa Dra. Paula Cristina Souto, minha orientadora de mestrado da UFMT por indicar o caminho da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto e ao Prof. Dr. Ricardo Arcêncio por me abrir as portas e apresentar à profa. Ione. A minha orientadora, Profa. Dra. Ione Carvalho Pinto, pela paciência, ensino, incentivo, apoio, por acreditar, me dar oportunidades e dividir os momentos profissionais e pessoais, se tornando amiga. Pinto por todos os momentos compartilhado na sala 53 e 109, no restaurante universitário, videoconferências, reuniões e momentos de descontração. À Fabiana Zacharias pela acolhida e por não medir esforços para me auxiliar durante os dias e madrugadas, inclusive em feriados e férias, nesses últimos quatro anos. Estendendo o meu obrigado à família da Fabiana, Sarah e Wolney, pela torcida e palavras de carinho. Ao Rodrigo Gaete por todo aprendizado e debates a respeito do e-SUS AB, pelos momentos de escrita em documentos online e por dividir os momentos em Madri junto com sua família. o suporte e ensinamentos quanto ao delineamento, análise e relatos de pesquisa qualitativa. Ao Maurício Honório, por me proporcionar e dividir momentos maravilhosos e por ser amparo nos momentos de angústia e ansiedade. A minha orientadora da Espanha, Profa. Dra. Maria del Pilar Serrano Gallardo pelos ensinamentos, apoio e momentos de lazer quando estive em Madri e por ser grande apoiadora nesse último ano de doutorado. Aos amigos, Julian e Tomi Alcon pelo acolhimento, amizade e por me proporcionarem experiências únicas durante minha estadia em Madri, me fazendo sentir como se estivesse em minha própria casa. Aos profissionais da Gerencia Assistencial de Atenção Primária da comunidade de Madri por compartilharem suas experiências com história clínica eletrônica. Aos profissionais, professores da Universidad Autónoma de Madrid especialmente do Programa de Pós-graduação Medicina y Cirugía que me acompanharam durante o processo para a dupla titulação. À Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, especialmente ao Programa de Pós-Graduação Enfermagem em Saúde Pública, pelas oportunidades e pelo auxílio em todo o curso de Doutorado. Ao Departamento Regional de Saúde XIII-DRSXIII, pelo incentivo e autorização à pesquisa. Aos participantes do meu estudo, que possibilitaram a sua realização. À Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) pela concessão de bolsa de Doutorado no Brasil (Edital de referência PROEX-0487) e Doutorado Sanduíche na Espanha (Edital nº 47/2017 -seleção 2018). A todos que deixo de citar, os quais auxiliaram direta ou indiretamente para a realização deste trabalho. RESUMO SCHONHOLZER, T.E. Experiências dos profissionais com o uso do sistema e-SUS AB. 2020. 110 f. Tese (Doutorado) -Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2020. Em 2013, foi instituída a Estratégia e-SUS Atenção Básica em resposta à reestruturação do Sistema de Informação da Atenção Básica que não estava preparado para responder às necessidades da atenção primária à saúde. A Estratégia trouxe modificações nas organizações de saúde, com a introdução de novas tecnologias e, também, alterações quanto às formas de coleta, processamento e uso das informações no processo de cuidado, por meio de dois sistemas: Sistema de Informação em Saúde da Atenção Básica (nível federal) e sistema e-SUS Atenção Básica (nível local). Com isso, neste estudo objetivou-se analisar as experiências dos profissionais da equipe de saúde quanto ao uso do sistema e-SUS Atenção Básica. Configura-se como pesquisa com abordagem qualitativa, realizada em município do interior de São Paulo, com faixa populacional de 25 a 50 mil habitantes. Para a etapa de observação, os cenários observados foram Unidades Básicas de Saúde localizadas em áreas centrais e periféricas do município, que possuíam o sistema e-SUS Atenção Básica com prontuário eletrônico do cidadão implantado. Para a etapa de entrevistas, participaram do estudo profissionais atuantes nas unidades com experiência de, no mínimo, seis meses com o uso do sistema. O número de entrevistas foi determinado utilizando como critérios a repetição e saturação de dados e pelo menos dois profissionais de cada categoria profissional entrevistados. Foi utilizado roteiro semiestruturado e análise temática seguindo seis passos: familiarização com os dados, geração de códigos iniciais, investigação, revisão e definição dos temas e produção de relatório. Como resultados da observação os principais fatores que interferiram no processo de registro de dados foram o desconhecimento quanto à utilização do sistema, ausência de recursos materiais e manutenção de equipamentos. O tema central "Uso perverso do sistema", oriundo das falas dos profissionais, é constituído de duas vertentes inter-relacionadas. A primeira é formada por experiências quanto ao uso do sistema: implantação obrigatória; falsa capacitação; aprendizagem colaborativa; restrição do uso; comunicação falha. A segunda é relacionada às características próprias do sistema: potencialidades e fragilidades do sistema e-SUS Atenção Básica. Os profissionais vivenciaram o uso restrito do sistema, iniciado com implantação conduzida sob a perspectiva de pressão institucional, bem como sentimentos de utilização do sistema apenas na produção de dados para o sistema nacional e o retrabalho no registro dos dados. Por outro lado, o novo sistema traz benefícios quanto à organização do trabalho, redução da sobrecarga de trabalho administrativo sobre o enfermeiro e criação de mecanismos de aprendizagem colaborativa. São importantes as experiências dos profissionais que utilizam o sistema, considerando serem eles os reais consumidores do processo, ao vivenciarem as questões de gestão no nível federal, municipal e de governabilidade de recursos. Dessa forma, as experiências compartilhadas também podem auxiliar os gestores e profissionais em medidas de implantação e uso mais assertivas para os municípios que ainda não experimentaram esse processo. A avaliação da implantação do sistema é uma necessidade emergente, pois pode contribuir para a melhoria de estratégias e políticas que visem alcançar a implantação do sistema em todo território brasileiro. Palavras-chave: Atenção Primária à Saúde; Políticas de Saúde; Sistema de informação em saúde; Sistema Único de Saúde. ABSTRACT SCHONHOLZER, T.E. Experiences of professionals using the e-SUS AB system. 2020. 110 f. Tese (Doutorado) -Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2020. In 2013, the Estratégia e-SUS Atenção Básica was instituted in response to the restructuring of the Sistema de Informação da Atenção Básica that was not prepared to respond to the needs of primary health care. The strategy brought changes in health organizations, with the introduction of new technologies and also changes in the ways of collecting, processing and use of information in the care process, through two systems: Sistema de Informação em Saúde da Atenção Primária (federal level) and e-SUS Atenção Básica system (local level). Thus, this study aimed to analyze the experiences of health team professionals regarding the use of the e-SUS Atenção Básica system. It is a research with a qualitative approach, carried out in a municipality in the interior of São Paulo, with a population of 25 to 50 thousand inhabitants. For the observation stage, the scenarios observed were Basic Health Units located in central and peripheral areas of the municipality, which had the e-SUS Atenção Básica system with electronic records of the citizen implanted. For the interview stage, professionals working in the units with experience of at least six months using the system participated in the study. The number of interviews was determined using as criteria the repetition and saturation of data and at least two professionals from each professional category were interviewed. Semi-structured script and thematic analysis were used following six steps: familiarization with the data, generation of initial codes, investigation, review, and definition of themes and report production. As a result of the observation, the main factors that interfered in the data recording process were lack of knowledge about the system utilization, lack of material resources and equipment maintenance. The central theme "Perverse use of the system", derived from the professionals' statements, consists of two interrelated strands. The first consists of experiences with the use of the system: mandatory implementation; false training; collaborative learning; restriction of use; communication failure. The second relates to the characteristics of the system: potentialities and weaknesses of the e-SUS Atenção Básica system. Professionals experienced the restricted use of the system, initiated with implementation conducted from the perspective of institutional pressure, as well as feelings of using the system only in the production of data for the national system and rework in data recording. On the other hand, the new system has benefits in terms of work organization, reduction of administrative workload on nurses and the creation of collaborative learning mechanisms. The experiences of the professionals who use the system are important, considering that they are the real consumers of the process when experiencing the management issues at the federal, municipal and resource governability levels. Thus, shared experiences can also help managers and professionals in more assertive implementation and use measures for municipalities that have not yet experienced this process. The evaluation of the system implantation is an emerging necessity, as it can contribute to the improvement of strategies and policies that aim to achieve the system implantation in all Brazilian territory.
doi:10.11606/t.22.2020.tde-06072020-144152 fatcat:e5h4pfvbm5blnn4n7gd2bzzf3m