Avaliação de programas, indicadores e projetos em educação infantil

Fúlvia Rosemberg
2001 Revista Brasileira de Educação  
O texto desenvolve dois argumentos principais: a importância e o papel da pesquisa científica na avaliação de projetos, programas e políticas de educação infantil, e a necessidade de ampliar o modelo de avaliação vigente, especialmente os focalizados na análise custo-benefício (como habitualmente utilizados pelo Banco Mundial), para incluir novos conceitos (necessidade, demanda e provimento) e os principais envolvidos (pais/mães, crianças e profissionais).
doi:10.1590/s1413-24782001000100003 fatcat:jvuffzkw3vdfnjjnra2qmnn2dm