Flora de um brejo de altitude na escarpa oriental do planalto da Borborema, PE, Brasil

Maria Jesus Nogueira Rodal, Margareth Ferreira Sales, Marcos José da Silva, Alexandre Gomes da Silva
2005 Acta Botânica Brasílica  
Os estudos nas florestas montanas nordestinas (brejos de altitude) indicam que as ombrófilas apresentam elevada riqueza de espécies e são mais relacionadas com a floresta ombrófila de terras baixas. Considerando o desconhecimento sobre as florestas ombrófilas sub-montanas, foi realizado o levantamento do Brejo de Bonito, Pernambuco, com o objetivo de conhecer seu perfil florístico. São apresentadas informações sobre o coletor/número, hábito e padrão de distribuição de cada espécie. Os
more » ... pécie. Os resultados foram comparados a 22 levantamentos da Floresta Atlântica (latu sensu) nordestina. No brejo de Bonito foram coletadas 217 espécies, distribuídas em 65 famílias. Dessas, cerca de 50% são citados em outras florestas montanas de Pernambuco e de terras baixas de Pernambuco e da Bahia. A maior parte das espécies encontradas tem distribuição na América do Sul, ocorrendo desde a porção norte, penetrando na costa leste brasileira e também na porção central do Brasil e, às vezes, no domínio do semi-árido, nos Brejos de Altitude. Outra porção representativa distribui-se desde a América Central até a porção centro-norte da América do Sul, com poucas ocorrendo também na parte sul da América do Norte (Estados Unidos e México).
doi:10.1590/s0102-33062005000400020 fatcat:vzzbzl3zofe2zfjcga5chk3e5q