Famílias evangélicas baianas e o processo de nomeação

Elaine Pedreira Rabinovich, Lívia A. Fialho da Costa, Anamélia Lins e Silva Franco
2008 Psicologia & Sociedade  
Foram realizadas 20 entrevistas com famílias evangélicas, moradoras de Salvador, Bahia, Brasil, perguntado-se quem e por que os nomes de seus filhos foram escolhidos. Investigou-se concomitantemente quando ocorreu, por que e quais as conseqüências da adesão a crenças pentecostais na vida pessoal e familiar. Os resultados apontaram os nomes escolhidos como bíblicos, após a conversão, sob a alegação de que tais nomes trariam uma boa "direção" às vidas de seus filhos, sendo que as igrejas não
more » ... as igrejas não interferem diretamente nesta escolha. A adesão a uma Igreja evangélica, nos moldes como ocorre atualmente no Brasil, parece reorientar a vida familiar, sendo que os casais relatam mudanças totais em suas vidas após a conversão, e "família" passa a ser definida como casal e filhos, em que a maior influência é a igreja.
doi:10.1590/s0102-71822008000300012 fatcat:lm4egzi26rbpnkikzt2vigf3nq