Efeitos ambientais e genéticos sobre o ganho em peso diário de bovinos Nelore no Estado da Paraíba

José Lindenberg Rocha Sarmento, Edgard Cavalcanti Pimenta Filho, Maria Norma Ribeiro, Raimundo Martins Filho
2003 Revista Brasileira de Zootecnia  
Registros de 6.674 pesos de bovinos da raça Nelore nascidos entre 1975 e 1990 em duas fazendas no Estado da Paraíba foram utilizados para estudar efeitos ambientais e estimar parâmetros genéticos das características ganhos em peso diário do nascimento aos 205, dos 205 aos 365 e dos 365 aos 550 dias de idade. Os efeitos ambientais foram estudados usando-se o programa SAS®. O modelo incluiu o efeito aleatório de touro e os efeitos fixos de ano-mês-sexo, fazenda e idade da vaca como covariável
more » ... como covariável linear e quadrática. Os componentes de (co)variância usados para estimar os coeficientes de herdabilidade direta e materna foram obtidos pelo Método da Máxima Verossimilhança Restrita, usando o programa MTDFREML sob modelo animal. Todos os efeitos incluídos no modelo foram significativos, exceto o efeito de fazenda para o ganho diário do nascimento à desmama. As médias estimadas foram de 0,575 ± 0,089, 0,231 ± 0,114 e 0,283 ± 0,110 kg para ganhos em peso diário do nascimento aos 205, dos 205 aos 365 e dos 365 aos 550 dias de idade, respectivamente. As herdabilidades estimadas para efeito direto foram de 0,12, 042 e 0,21 e, para efeito materno, de 0,29, 0,00 e 0,00, na mesma ordem. Os coeficientes de herdabilidade indicam que a seleção baseada no ganho em peso pós-desmama até um ano de idade pode proporcionar considerável ganho genético.
doi:10.1590/s1516-35982003000200010 fatcat:r33mxudosfbnhazmxanupdcqr4