Poder de mercado das exportações de farelo de soja: uma análise via demanda residual

Daniel Arruda Coronel, Airton Lopes Amorim, Marcelo José Braga, Antônio Carvalho Campos
2010 Revista de Economia Contemporânea  
O objetivo deste trabalho foi verificar o poder de mercado das exportações de farelo de soja argentinas, brasileiras e americanas para a União Europeia, de janeiro de 1999 a dezembro de 2007, que é o principal mercado consumidor dessa commodity. Para isso, foi utilizada a metodologia de demanda residual. Os resultados encontrados, usando-se os métodos sistemas de equações aparentemente não relacionadas (SUR), mínimo quadrado de dois estágios (2SLS) e mínimo quadrado de três estágios (3SLS),
more » ... stágios (3SLS), indicaram que, embora esse segmento seja oligopolizado pelas exportações argentinas, brasileiras e americanas, a Argentina e o Brasil possuem pequeno poder de mercado.
doi:10.1590/s1415-98482010000300007 fatcat:ok4vghyp4nctnesbd3xhsvjz4e